Escritos de Rafael Perfeito

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Modigliani

Deitado na cama
na penumbra do quarto
observo você
em cuja bunda me farto.


Te sigo pelos cômodos
decorando seus passos
enxugo pêlos púbios
axilas e traços.


Ah, meu desejo.
Eu te conheço tanto.
Tu fantasias delírios
para conter o meu pranto.


É por isso que
no apartamento vazio
as mulheres, no cio,
têm cheiro
            sexo
               seios
                 e nexo.
Embora existam tanto
quanto a musa do quadro
no corredor.


Minha dama danada
perambula fagueira
na cozinha e banheira
de minha alma calada.


Ensonhado,
me viro sozinho...


me viro sozinho na cama.

Imagem:Belle Romaine, Modigliani.

14 comentários:

  1. Porra! Mais que textos incríveis!

    O teor animalesco, ora prudente, ora escancarado, remete as mais variadas sensações - ironia, despudor, sarcasmo, gozo, intimismo -, transitando realmente num painel de submundo!

    Meu amigo, foi ótimo encontrar o seu blog!

    Aliás, muito prazer, eu sou o suposto aleijado.


    Até!

    *Obrigado pela visita ao meu "estabelecimento".

    ResponderExcluir
  2. Senhor Rafael Perfeito, muito belo e delicioso poema.
    Concordo com minha antecedente vociferante. Tem de tudo em boa medida.

    E muitíssimo obrigada por sua visita. É bem verdade, quando se quer se perder, rótulos podem mesmo ajudar.

    ResponderExcluir
  3. Sem saber vim aqui e me vi a perceber que hoje tivemos algo em comum ao gritar nossos suspiros poéticos e noturnos: - um desejo íntimo!
    Por isso, "prefiro nem pensar no que posso estar perdendo se você não me olhar..." (parte do meu último post).
    Espero sua visita!

    ResponderExcluir
  4. Eu parei de imaginar e comecei a experimentar... Me apaixonei por pessoas que me fizeram sofrer e por que me fizeram feliz.

    Comigo não funciona o lance de imaginar. Eu mergulho fundo. Hj to com a minha primeira paixão... conheci há 17 anos. Espero ficar com ela até ficar velho. Estou muito feliz

    ResponderExcluir
  5. a solidão é a mãe das criaturas. rs

    belo espaço!

    ResponderExcluir
  6. Adoro ler seus textos... volta e meia estou por aqui lendo e relendo seus poemas. Parabéns Rafa... Bjos... Manu

    ResponderExcluir
  7. Salvador está "pegando fogo" no asfalto de tanto carnaval e eu estou lendo seus escritos e me encantando com sua forma suave e sedutora de escrever.
    Estarei sempre por aqui acompanhando com minha luacumplice.
    Foi um prazer!!!!!!!
    Ivone (luacumplice.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  8. Submundo, imundo sexo.
    Nunca raso, profundo,
    sem ar, sem nexo!
    Massa! Abração, Chico Jr

    ResponderExcluir
  9. adorei ler parabens!

    espreite o meu

    ResponderExcluir
  10. Companheiro, cadê você?

    Escreva mais, por favor!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Um grande pintor, sem dúvida. Um bom texto!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  12. Hora de voltar a ser o Rafael Perfeito, não acha?

    ResponderExcluir

Vocifere!