Escritos de Rafael Perfeito

sábado, 24 de março de 2012

É melhor não...


Saí da portaria de meu prédio de shortinho de corrida, sem camisa, texto do mestrado embaixo do braço, sunga e bronzeador nas mãos, quando escuto:
- Com licença!
- Opa!
- Eu sou a Sister Junko e essa a Sister da Silva, o senhor mora aqui?
- Eu moro aqui, já o Senhor eu não faço ideia!
- Hahaha! Mas nós sabemos onde, nós sabemos onde! No nosso templo! Gostaríamos de conversar um pouco com o senhor e depois vamos fazer uma oração. Você tem um tempinho?
- Olha, é melhor não... eu tava indo ao clube e preciso ler esse texto.
- Será muito rápido!
- É melhor não...
- Se o senhor quiser, podemos agendar uma visita para outro dia!
- Agendar? Hmmm.... vamos logo com isso! Façamos o seguinte: sentemos ali?


Caminhamos para um confortável banquinho circundado de pequenos e simpáticos arbustos. Sister Junko, de origem japonesa, sentou-se ao meu lado, uma mãozinha depositada sobre a outra, em cima das pernas delicadamente cruzadas. Muito santa, muito correta... muito bonita. Sister da Silva, negra, insegura, muda e olhando pro chão.


- Vocês são mórmons, né?
- As pessoas nos chamam assim. Mas preferimos nos chamar de membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos dias.
- Ah...
- O senhor tem religião?
- Duvido que Ele tenha.
- Hã?
- Não, não... sou agnóstico.
- O senhor sabia que Jesus foi enviado por Deus e que ele sofreu muito para expiar nossos pecados?
- Jesus... Jesus...
- Jesus!! O senhor não sabe quem é Jesus????? É este aqui, ó, na capa de nosso livro.
- Não, não... a senhorita deve estar enganada, esse aí não é Jesus Cristo. Não pode ser Jesus Cristo.
- Ora, mas como não!
- Não... Jesus Cristo, minha querida, era negão. (Sister da Silva tira os olhos do chão).
- Mas como???
- É... não era assim um Mussum, mas tava longe de ter esse cabelinho dourado e esses olhos de Frank Sinatra aí.
- O senhor está enganado! Olha ele aqui na cruz, onde foi pregado para salvar voc...
- Essa túnica! Essa túnica, por exemplo, onde ele tá enrolado, o colobium. Isso aí só apareceu no século VI depois Dele. Antes do século VI, Jesus aparecia peladão na cruz, com o pinto balangando e tudo. (Sister da Silva cobre o rosto).
- Oh! Mas o nosso senhor Jesus Cristo era puro!
- Era, era sim. As pessoas que olhavam para a sua imagem é que não eram! Sabe, naquela região os homens são conhecidos pelo taman... ah, deixa pra lá. 
- ...
Fato é que a Igreja ficou com medo e tampou o dito cujo, depois pintaram o cabelo do rapaz e enfiaram uma lente de contato nos olhos dele. (Sister da Silva arregala os olhos para os céus)
- Aqui está o nosso endereço, caso o senhor queira buscar mais conhecimento e um rumo para a sua vida. Obrigada pela oportunidade de disseminar a palavra do nosso Senhor. Adeus.

Sister Junko fez menção de levantar-se, Sister da Silva nem sabia mais onde estava. Segurei a mão da irmã japonesa:


- Mas nós não íamos fazer uma oração?
Sentando-se, a discípula da Igreja do nosso Senhor Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias espalmou as mãos e fechou os olhinhos:
- O Sacerdócio A....
- Eu fico imaginando... já pensou se Cristo, sem o paninho, começasse a ser adorado pelas mulheres como uma espécie de deus da fertilidade, um Príapo dos novos tempos?
- Príapo? - Sister da Silva saiu de seu silêncio, olhando-me nos olhos.
- É, um deus grego que vivia de pau duro.


Sister Janko já corria em direção à W3. Sister da Silva ia atrás, com um sorrisinho no canto da boca, posso até jurar! Peguei meu bronzeador e disse:
- Eu avisei que era melhor não...


Príapo, de Poussin. 
http://selavy.wordpress.com/2009/03/30/1203/ Informações sobre o quadro

20 comentários:

  1. Hahahahah! Sensacional! É seu o texto?

    ResponderExcluir
  2. O Retorno de Rafael Perfeito! há! :)

    ResponderExcluir
  3. Graaaaaande Príapo!!!! Muito bom!!!

    ResponderExcluir
  4. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, tô aqui imaginando a cena, Rafa!

    ResponderExcluir
  5. Se fosse verdade, virava tua fã nº 1.

    ResponderExcluir
  6. amando seu blog............ rir muito...... me dar sua opinião sobre minha última postagem prof sempre necessito da sua experiência rs

    ResponderExcluir
  7. Aquela descrição de shorts foi quase uma propaganda de desodorante masculino, quase senti a fragrância e as moças do comercial acompanhando a corrida, ao invés disso, você foi abordado por missionários, e os missionários foram atacados com o paganismo do desodorante masculino.

    ( resolvi comentar para ser o nono comentário e pra vc atualizar isso)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ha! Donana, eu estava no Rio. Domingo atualizo! >:)
      Paganismo mesmo seria sem o desodorante!

      Excluir
  8. Converta-se! Olha o lago de enxofre...

    ResponderExcluir
  9. Kkkkkkkkkkkkkkkkk, muito bom, Rafa. Você foi sorteado, né? Nunca vi Mórmons por aqui... ah, e Jesus devia parecer mais com um árabe que um africano, seu doido,kkkkkkk. Só mais uma coisinha: você devia ir a uma festa de candomblé, só por curiosidade científica, hehehe. Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois eu já vi alguns, e fui sorteado duas vezes. Na primeira, era um grupo de homens... e o carequinha não tirava os olhos dos peitos da minha então namorada... rs.
      O negão foi licença poética! :)
      Sobre o candomblé, já fui algumas vezes. Posso ir outras! É só chamar!!!

      Excluir
  10. Hehehe, vou chamar sim. Beijão!

    ResponderExcluir
  11. Quem avisa amigo é. As duas irmãs devem estar até agora pensando no Príapo!

    ResponderExcluir
  12. Certeza de que Jesus está te aplaudindo sabe-se lá de onde! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cacá, seu comentário é extremamente revolucionário! rs

      Excluir
  13. hahahahahahhaha
    excelente

    ResponderExcluir
  14. Fantastique, mon chou!

    Lu

    ResponderExcluir
  15. Eu fico me perguntando até onde é ficção e o que já é realidade. Acho que esse é a terceira vez que leio esse conto e ainda tenho o mesmo choque positivo de querer ir à página inicial e ler todo o blog.

    ResponderExcluir

Vocifere!