Escritos de Rafael Perfeito

terça-feira, 5 de junho de 2012

Respeito

Goya

O moleque descia do morro do Pavãozinho em direção à praia de Copacabana, desgarrado, feliz, ignorando os gritos da mãe.

No sinaleiro, já perto da Avenida Atlântica, trombou com e quase derrubou um senhor velhinho, da silhueta grave. A mãe o alcançou e disse: "Peça desculpas ao senhor, Dorival. Correr na rua é falta de educação e você tem de respeitar os mais velhos!"

- Desculpa! - gritou o menino alegre, olhando em direção ao senhor enquanto corria para atravessar a rua e sumir na areia.

O sinal vermelho ardia. O idoso passou lentamente na frente dos carros, a bengala a pressionar o chão com mais força.

- Crioulo safado! Se fosse na época da Revolução eu te torturaria até a morte! - pensou, relembrando os áureos tempos.


10 comentários:

  1. É, do próprio. Acho que aparece o crédito quando você passa o mouse em cima dela.

    ResponderExcluir
  2. Dorival devia ter derrubado o palhaço...e de brinde ele poderia ter quebrado o femur, né?? Pouco pra torturador safado...

    ResponderExcluir
  3. De volta por aqui. Bom, como sempre. Bom tb te ver por aqui na cidade dos lobos. E sabe que ando conversando muito com aqueles que estão publicando suas coisas, da forma que for? Como pensa em fazer? Ainda não cheguei lá, falta terminar o romance. Quero me inspirar, salvar tempo pra ir em frente. Disciplina também. Aquela que diz: escreve. Todo domingo. Toda terça a noite. Escreve. MMM. Fiquei com vontade de mandioca. Agora. Vou ali tomar iogurte pra passar. Beijos e, sempre que passar pelo guará, ou não, manda recado pra gente pedir uma juntos. Hoje os polichinelos e a sinusite não ajudaram, azar. Mas é sempre bom te encontrar. Te cuida e um beijo grande!

    ResponderExcluir
  4. Ahhh achei!!! Adorei o blog!!! Ficarei por aqui! Bjos

    ResponderExcluir
  5. O Dorival pode crescer e virar um estuprador das netas desse velho racista.... Fomentando o ódio entre as duas polaridades.. Pode crescer e se casar com as mesma neta que na outra versão, o ódio foi propagado, e aí na versão da união, o ódio se extinguiu. No lugar disso a amalgama brasileira venceu. A última versão é mais a cara de Copacabana.

    ResponderExcluir
  6. devia ter derrubado o torturador...

    ResponderExcluir

Vocifere!