Escritos de Rafael Perfeito

terça-feira, 29 de novembro de 2011

O Sapo e o Escorpião

(ou de como ninguém foge de sua natureza) 


Olimpíadas de Munique, 1972

Quatro dias após o sequestro e assassinato de 11 atletas israelenses pelo grupo revolucionário palestino "Setembro Negro", estavam todos a postos, inclusive o Mossad, serviço de inteligência israelense, no Ginásio Ftäs Harden, à espera de um alento ante a recente desgraça. Toda a graciosidade dos movimentos das ginastas parecia, por um momento, fazer esquecer a política mundial.

A ginasta russa aterriza sobre seus pés tremelicando levemente. Ergue o queixo e empina o nariz. Os aplausos ecoam. Munique está feliz! Nastassja, a favorita, espera as notas.

1o jurado: 9.75
2o jurado: 9.4
3o jurado: 9.91
4o jurado: 7.1
5o jurado: 9.4

A pequenina e formosa atleta russa retira-se, pensando em qual erro mínimo não teria conseguido dissimular ante o olhar escrutinador daquele jurado...
Sob o som da Cavalgada das Valquírias, de Wagner, a atleta alemã toma o tablado. Poderosa, porém tensa, aterriza de maneira estabanada, após ir ao limite em sua última técnica, e dobra o calcanhar direito, torcendo-o imediatamente. Segura a dor e sorri, glacial.

1o jurado: 8.7
2o jurado: 8.75
3o jurado: 8.5
4o jurado: 10
5o jurado: 8.8

A menina de Israel, novata, carrega em seus ombros a responsabilidade de homenagear, com a medalha de ouro, seus colegas mortos. Encanta a todos com sua leveza e sobriedade. Pousa suavemente num gesto preciso e leva o ginásio à loucura! De olhos fechados, sabe, pela reação da platéia, que suas 3 primeiras notas foram um 10! Sentindo-se com a mão na medalha de ouro, abre os olhos e aguça os ouvidos.

O sistema de som do ginásio anuncia:
 4o jurado...       2,35!

Um homem na platéia aciona o walkie-talkie:
- Joshua, por favor, quem é o jurado número quatro?
- É aquele ali, chefe.
- Qual?
- Aquele ali, o do bigodinho...

E dessa maneira, 27 anos após forjar espetacularmente a sua morte, Adolf Hitler foi preso pelo Mossad.


A prova de que Adolf Hitler não morreu.



8 comentários:

  1. Curti muito. Ainda bem que a nossa pequena Diane dos Santos não era ainda nascida... seria o primeiro zero dos jogos olímpicos!
    Beijosssssssssss
    Gabi

    ResponderExcluir
  2. Quero acreditar!!! podia ter umas fotos dos jurados :)

    ResponderExcluir
  3. A água evapora e vira vapor, congela e vira gelo, alguém duvida que não é liquido a essência da coisa.

    ResponderExcluir
  4. Pô, muito bom!! Já decretaram a morte dos blogs, mas eles continuam me surpreendendo. Excelente.
    Há braços!!

    ResponderExcluir
  5. PS: obrigado pela ajuda gramatical lá no Taxitramas.

    ResponderExcluir
  6. genial! simplesmente genial...

    ResponderExcluir
  7. Pô, Inaie. Obrigado! Esse texto é um xodó pra mim! rs

    ResponderExcluir

Vocifere!